Controle Pombos

Dedetizadora

OS PERIGOS DOS POMBOS URBANOS

Aparentemente bonitos, fofinhos e dóceis, os pombos urbanos são fáceis de encontrar nas grandes cidades.

Em praças, em cima de prédios e em grandes grupos, os pombos urbanos podem parecer inofensivos, mas são considerados pragas, por conta das doenças que podem transmitir.

Controle Pombos

Em alguns lugares é chamado de ´´rato de asas“, tamanho os riscos e perigos e para saúde humana.

Neste artigo, vamos elucidar os perigos dos pombos urbanos, os cuidados que devemos ter e quais as formas de eliminação e controle nas grandes cidades.

O QUE SÃO POMBOS

Columba Livia é o nome científico do Pombo de rua ou doméstico, é uma espécie de pombo que é muito encontrada em regiões urbanas.

Na natureza, os pombos são encontrados em áreas altas como rochas e especificamente em brechas e locais semi abertos, onde encontram proteção contra predadores e reproduzem.

Não se sabe qual a origem exata dos pombos, mas existem indícios na região da Mesopotâmia há mais de 4.500 anos atrás e depois os pombos foram aumentando ao redor do mundo, sendo que hoje todas as regiões possuem pombos de até 300 espécies e 12 subespécies diferentes e conhecidas.

POMBOS URBANOS

Pombos Urbanos

Os pombos urbanos ficam empoleirados em marquises de lojas, telhados, carros e principalmente praças e áreas abertas, onde ao menor sinal de alimento, 1 ou até vários pombos podem aparecer.

A reprodução dos pombos é rápida, gerando 2 ovos que serão incubados pelos pais entre 15 a 20 dias e depois de chocados, levam até 30 dias para estar em condições de viverem sozinhos.

Os pombos foram sendo domesticados há milhares de anos, tanto que muitos ficaram conhecidos como pombos correios, pois levavam cartas e documentos a voo e por milhares de quilômetros.

Na Bíblia, encontramos um caso parecido, quando Noé soltou uma pomba quando as águas do dilúvio baixavam e ela voltou com um ramo de oliveira no bico (8:11)

Na natureza, os pombos possuem vários predadores como Falcão, Coruja, Corvo, Gambá e guaxinins, mas nas cidades não existem nenhum, o que torna a população desse animal com condições de se reproduzir aos milhares, causando um grande problema de ordem populacional e principalmente de saúde pública.

Os pombos urbanos possuem doenças que quando transmitido para o ser humano, podem causar desde falta de ar, náuseas e diarréia, encefalites, doenças neurológicas graves e fatais. O controle dos pombos não é necessária apenas por sua super população, mas em nome de uma cidade saudável.

DOENÇAS CAUSADAS PELOS POMBOS URBANOS

DOENÇAS CAUSADAS PELOS POMBOS URBANOS

Aparentemente inofensivos, os pombos urbanos podem abrigar diversos parasitas que causam doenças.

Piolhos e ácaros são os mais comuns, além de parasitas como os helmintos intestinais, vermes que causam diarréias e vômitos graves.

Até o momento, 57 doenças diferentes foram catalogadas como causadas por pombos, tais como:

  • Toxoplasmose;
  • Encefalites virais;
  • Criptococose;
  • Gripe aviária;
  • Salmonelose.

Esta última doença, é muito comum ser associada a alimentos mal lavados ou mal conservados, porém a Salmonela também está contida nas fezes dos pombos e quando estas estão secas e são raspadas, o pó é levado pelo vento e pode se espalhar por alimentos e contaminá-los.

A Criptococose é outra doença causada por um fungo e que pode desencadear uma micose que se espalha para órgãos importantes como olhos, ossos e rins.

A infecção é causada pela aspiração do pó das fezes dos pombos urbanos e nos casos mais graves, a doença causa pneumonia e meningite, se tornando tratável com antibióticos, porém pode ser fatal ou deixar sequelas permanentes tanto no corpo como no cérebro.

Ao contrário do que se pensa, que somente as penas e o contato direto com esses animais podem causar doenças, são as fezes dos pombos que contém maiores riscos e devem nos dar mais alerta de cuidados com a saúde.

COMO EVITAR POMBOS URBANOS

COMO EVITAR POMBOS URBANOS

Se nas ruas os pombos urbanos são muito comuns, em casas é possível que eles apareçam, principalmente quando acham comida fácil.

Deixar lixo exposto é uma forma de chamar esses animais, que podem vir inicialmente em pequenos bandos, mas em um curto espaço de tempo, vir muito mais e começar a se tornar um problema.

Além disso, cuidado com possíveis locais que possam se tornar um ninho como buracos no telhado, brechas e buracos que sejam ideais para que eles se reproduzam e se protejam do frio, chuva e sol.

O ideal é que todos espaços sejam fechados para que os pombos não tenham onde se abrigar.

Estar com o quintal sempre limpo é uma forma de evitar que pombos cheguem a sua casa e não somente eles, como ratos e baratas.

Ter a ideia de criar pombos em casa não é indicado, já que esses animais podem transmitir doenças, além de sua reprodução ser rápida e abundante.

Também não é incentivado que estes animais sejam alimentados em praças ou ruas, pois quanto mais encontrarem alimento, mais eles irão aparecer e se tornar um grande problema urbano e de saúde.

COMO FAZER CONTROLE POMBOS URBANOS DE SUA CASA

COMO FAZER CONTROLE POMBOS URBANOS DE SUA CASA

Existem algumas formas caseiras para afugentar pombos, principalmente aqueles que já se instalaram por algum motivo em espaços específicos de um imóvel. Usar naftalina em locais por onde o pombo passa, é uma forma de mantê-lo longe.

Apesar de ser uma boa alternativa, a Naftalina pode perder seu odor característico com o tempo e os pombos podem voltar.

Outra maneira é colocando telas de proteção nos buracos e frestas por onde o pombo esteja passando ou fechando o local com uma portinhola ou mesmo tijolo e cimento, formando uma parede.

Apesar de uma boa ideia, os pombos podem procurar novos lugares, o que continuará sendo um problema.

No Brasil, a dedetização de pombos deve ser feita apenas no sentido de controlar e afugentar os animais e não de eliminá-los, pois a lei federal 9.605 de fevereiro de 1998, estabelece como crueldade animal, o extermínio de pombos urbanos.

Antes da lei, eram utilizados venenos químicos que eliminavam os pombos, mas com a lei em vigor, hoje é indicado que os pombos não sejam alimentados e nem protegidos para super população, mantendo a casa e quintal limpos e assim evitando que estes animais aumentem e ofereça mais riscos a saúde.

Quanto Custa o Serviço de Controle Pombos

O serviço de controle de pombos é cobrado geralmente por m², o técnico vai até o imóvel e faz um levantamento do tipo de praga que esta afetando o local e analisa que tipo de veneno vai ser necessário para acabar com aquela praga.

A visita do técnico é indispensável, pois somente um profissional para identificar a especie de praga.

Solicite um Orçamento Controle Pombos SP